domingo, 26 de setembro de 2010

Pitcha e Bulinha - Estrelinhas muito brilhantes

Hoje a postagem é da mamãe. Ela é que vai contar uma história pra vocês.


Com o acontecimento triste do último dia 19/09 quando o Bulinha do Blog Toca dos Gatos foi embora, veio a tona minhas lembranças, recordações e saudades, muitas saudades da minha Pitcha. Por essa razão, decidi falar um pouquinho sobre ela e sua história.
Quando a Pitcha chegou em casa, era uma bolinha de pelo que só tinha osso. Cuidei com  amor e carinho dela e ela se recuperou muito bem.  A Pitcha tinha problema nos rins, até comia ração especial por causa disso, e ela viveu muitíssimo bem. Era uma gatinha arisca com os outros mas, comigo era a mais amorosa, a mais carinhosa, a mais amiga e a mais companheira. Quando eu viajava ela ficava miando me procurando pela casa, era colada em mim. Se eu chorava, lá estava ela querendo me fazer carinho e miando pra me chamar a atenção. Tínhamos uma forte e intensa ligação. Um dia ela ficou doentinha, como era de costume levei-a ao veterinário e começou o tratamento. Foram semanas e mais semanas de ida ao vet. Levava-a de manhã e ia buscá-la a tarde (eu não queria que ela dormisse na clínica, preferia tê-la pertinho de mim e valeu o sacrifício). Teve uma noite, eu não imaginava que era a última, lembro-me que quando fui dormir, chamei-a e ela veio prontamente se deitar ao meu lado. No outro dia, como de rotina, fomos ao vet e ele disse que era para ir buscá-la a tarde. Só que ele ligou dizendo que ela ficaria por lá, pois não estava bem. Durante a semana seguinte eu ia visitá-la todos os dias e a dor de ter que deixá-la na clínica era muito grande, mas não tinha jeito, o vet não liberava pelo estado delicado em que a Pitcha se encontrava. E, não teve tratamento, amor e carinho que a segurasse. Minha gatinha linda se foi numa sexta-feira de manhã. E,  o  mais triste é que eu não estava perto dela. Eu não acreditava porque eu achava que ela fosse sarar e voltar para casa. Ainda bem que fui todos os dias ver como ela estava e sempre a abraçava, pegava no colo e a beijava muito. Perdi o chão naquele momento. Foi horrível.
Essa é a história da minha gatinha querida que sinto muita saudade. Depois de 4 meses da ausência da minha amada gatinha resolvi adotar a Nikita, que é minha paixão.

Bulinha e Pictha estão juntinhos hoje no céu. Que saudades!!





ImageChef.com Poetry Blender

25 comentários :

Depsi disse...

Por suerte nunca tuve que pasar por algo tan desagradable y tan triste como perder a un ser tan querido... solo se me ocurre mandar besos para todos y muchos ánimos!!!

INSPIRAÇÕES disse...

Sinto muito , =[


Também tive um gatinhO com esse problema , ele foi o meu primeiro eu tinha 14 anos , era assim muito grudado comigo , sofreu muito e tentamos de tudo pra ajudá-lo ..... E sei que vc também fez e teve sua retribuição com o carinho dela

Bom domingo ,
bjos

Alice disse...

Que história linda! Fiquei emocionada e lembrei daqueles que já perdi também. Por mais que o tempo passe, a saudade ainda fica. O que ajuda é olhar para meus bebês, rir das brincadeiras que fazem para chamar a atenção e do carinho que dão pra gente. Bjs

Veronica Gregório disse...

Duas estrelinhas brilhantes:)
A Pitcha deve ter sido muito especial para você!
O jeito que você a descreve!
Tive um gatinho também, ele foi envenenado aos 4 meses. Era o Fred. Sinto muita falta dele! Era igual ao Rodolfo, tinha até a manchinha no nariz.
Não tenho nenhuma foto do pequeno.
Choro até hoje!
Beijos Néia!!

Nikita disse...

Pois é Depsi! Não é fácil. Doi muito e a gente nunca esquece.

Beijos! Néia

Nikita disse...

É verdade mesmo, fiz o que eu pude e não pude por ela. Um amor muito grande! A saudade é imensa. Fazer o quê.

Bom domingo pra você também!! Beijos!

Nikita disse...

Alice é mesmo, por mais que o tempo passe a gente nunca esquece. Fica na nossa mente e coração. Ainda bem que eu tenho a Niki, ela é uma doçura.

Beijos! Néia

Nikita disse...

Veronica, a Pitcha foi mesmo muito especial pra mim. Tivemos uma ligação muito intensa, daquelas de olho no olho. Por esse motivo ela marcou muito a minha vida. A gente não esquece.

Beijos!! Néia

Beatrice disse...

Néia, amiga, a dor é grande...ainda bem que hoje você tem esta fofura do seu lado para amenizar a dor da perda da Pitcha.
Um beijo grande da amiga,

Beatrice

Nikita disse...

Beatrice você tem razão, ainda bem que tenho a Niki, que é uma doçura de gatinha, minha amiguinha e companheira porque não é nada fácil, depois de 13 anos juntas.

Beijos! Néia

Rutha/Pink/Barum/Luna disse...

A Pitcha era muito parecida com a minha Pitty que viveu 16 anos e me trouxe muito amor e carinho. A minha Pitty faleceu pouco antes do meu filho nascer, acho que ela sabia que eu não teria muito tempo para cuidar dela...
É muito difícil ver um bichinho sofrendo, o meu Martim teve insuficiência renal e foi muito difícil vê-lo partir, mas sei que ele precisava descansar.
A Rutha tem 13 anos e já sofro pensando em como vai ser quando ela se for, só quero que ela viva muito e tenha muita saúde.
Boa semana pra vocês !
Beijos
Laís

Nikita disse...

É Laís, a gente sofre muito com isso, não é mesmo? Não é fácil ver nossos companheiros e amigos partirem. Eu não acreditava que a Pitcha iria embora, mesmo vendo que ela todo dia ela emagrecia mais e mais, mesmo assim eu achava que ela fosse sarar. Mas, não sarou. Vamos levando e a saudade junto sempre.
Uma boa semana pra vocês também!

Beijos! Néia

Sandrass disse...

Deve ser uma dor tão forte a perda da nossa menina, nem consigo imaginar :(

Sinto muito :(

Ainda bem que agora você tem essa doce menina para lhe fazer companhia e atenuar a dor

Beijinhos

Neise disse...

Néia, sei que é muito difícil administrar o sentimento da perda. Já perdi dois gatinhos com insuficiência renal. O Luigi com apenas 5 anos de idade e a Babi com 9.Também sinto muito a falta deles, hoje vivo das boas recordações.....
Um grande beijo e beijocas na minha afilhada!

Pepi disse...

Tia Néia,
Não fique triste pois a Pitcha e o Bulinha estão auki comigo, na Ponte do Arco-Iris. Estamos brincando muito... e estamos bem
Lambeijos do
Pepinho

Nikita disse...

Sandrass é verdade mesmo. É muito triste a perda dessas meninas queridas. Ainda bem que tenho a Niki pra me ajudar.

Beijos! Néia:)

Nikita disse...

Neise querida! É muito triste perder essas doces criaturas que alegram nossa vida. Como você disse, a gente vive de boas recordações, é o jeito.

Beijos! Néia:)

Nikita disse...

Pepinho querido! Estou com lágrimas nos olhos depois de ler o que você escreveu. Triste pela saudade imensa que sinto da minha Pitcha e feliz da vida por saber que ela está com vocês brincando e se divertindo.

Beijos pra vocês!! :)

andreia de souza disse...

Olá florzinha
Olá Mamãe
Eu tbém tive um peludo assim quando ele virou estrelinha meu munda caiu eu dormia toda noite com a foto dele debaixo do travesseiro..
Depois veio a Mel que eu amo de paixão,mas nunca esqueço do Duchinho
Bjos e miadinhus de Andreia e Mel

Nikita disse...

Oi Andreia e Mel! Eu dormia com o pote de ração (vazio, é claro) ao meu lado, chorava feito criança. Até hoje choro lembrando da minha menina. Graças a Deus eu ganhei a Niki, que é uma gatinha linda e maravilhosa, que eu amo muito.

Beijos! Néia e Nikita:)

GRAÇA disse...

Eu sei o que é perder o nosso "nossa" companheiro"a",já perdi 3 gatos "as" e 3 cães,e nenhum me fez esquecer os que ia perdendo,nem a Kika que é a mais especial me fez esquecer os outros que perdi,só que tive asorte de os ter muitos anos comigo(só uma é que me deixou mais sedo,mas foi a pior ainda hoje não sou capaz de contar a historia desse miminho....´foi terrivel...muitomas mesmo muito mau,não sei se alguma vez terei coragem de contar...ela merece...mas eu ainda me doi tanto...sofro tanto de ter ficado sem ela...era tão meiga,carinhosa,mimocas,nunca nenhuma a pode fazer me esquecer aquela bonequinha)
Beijinhos
Graça

Nikita disse...

Graça querida! É sempre muito triste perder nossos amiguinhos e companheiros. A minha Pitcha foi muitíssimo especial pra mim. Também nunca vou esquecê-la. Ainda bem que tenho a Niki e você a Kika pra nos ajudar.

Beijos! Néia e Nikita:)

ROSANE, PANDORA E RAMON disse...

É dificil ficar sem um amiguinho. Já passei por isso. A Nikita é muita fofa, e veio completar esta carência. Bjks

Nikita disse...

Rosane querida! Você tem toda razão, é horrível perder um amiguinho. Ainda bem que tenho essa doura de menina pra me ajudar.

Beijinhos e miadinhos da Nikita:)

^.^ Ana Clara ^.^ disse...

Oi Néia, é com lágrimas nos olhos que leio o seu relato sobre a sua Pitcha. Sei bem o que sofreu, e essa dor de saudade que te acompanha.
Em minha vida também já dei muitos "adeuses" e outros tantos virão. Só sei que a razão nos avisa, mas o coração não se prepara para estes momentos.
Que o tempo, nosso tão bondoso amigo, cumpra o seu papel e amenize a tortura que nos afeta a cada acordar, pois uma flecha se lança na alma a cada momento de recordação.
Beijos menina, muita força para você neste caminho que escolheu.